Boa Tarde! Domingo, 17 de Dezembro de 2017 - Capanema-PA

noticia
 

Deputado Wladimir Costa nega assédio à jornalista da CBN

Wladimir disse que denúncia de jornalista é caluniosa

Em nota à imprensa nesta quinta-feira (10), o deputado Wladmir Wladimir Costa (SD-PA) afirmou que não cometeu assédio contra a jornalista Basília Rodrigues, da rádio CBN, que o acusou esta semana durante uma entrevista. Ele foi denunciado pelo Conselho de Ética da Câmara dos Deputados e disse que "a denúncia é caluniosa".

"É de conhecimento geral que, a repórter Basilia Rodrigues, da rádio “CBN”, fez uma acusação muito séria, de assédio moral contra a minha pessoa, a partir de uma simples resposta que dei, sobre uma suposta tatuagem que fiz em deferência ao Pres. Michel Temer.O meu corpo, a minha vida particular, tatuagens, enfim, nada tem a ver com os meus posicionamentos como parlamentar. Confesso que devido à insistência dela, em querer ver a tatuagem, disparei a seguinte resposta; “Pra você, só se for o corpo inteiro”. A partir disso, a repórter maliciosamente, transformou uma simples frase solta no ar. Converteu a resposta de um parlamentar que, junto com outros pares, transpassara dias e dias dentro de uma plenária em clima de guerra, tentando decidir o futuro político de uma nação, pasmem, transformou uma frase curta, dito em tom amigável e descontraído, num verdadeiro apocalipse", disse ele em nota.

O deputado é acusado de assediar a jornalista quando ela perguntou sobre a tatuagem que ele fez em homenagem ao presidente Michel Temer. Diante das dúvidas de que o desenho teria sido feito em henna, Basília questionou se Wladimir poderia mostrar a tatuagem e comprovar que era definitiva. O deputado, então, respondeu: "Para você só (mostro) se for o corpo inteiro". O episódio, que ocorreu durante o jantar entre o presidente e diversos representantes da Câmara, foi gravado pela jornalista. No áudio, Wladimir responde perguntas dos jornalistas sobre a tatuagem. Após a resposta dada à Basília, a repórter diz: "Não, muito obrigada".O deputado disse ter certeza de que não desrespeitou a jornalista. Segundo ele, toda a polêmica em torno da tatuagem foi encarada como uma "brincadeira" e a resposta à jornalista teria sido no mesmo tom. Wladimir Costa lamentou toda a polêmica e disse que não teve a intenção de ofender a jornalista.

"Só agora, que li com bastante atenção o texto da denúncia da jornalista, notei cada detalhe, de alguém que faz deferência, ou melhor, conciliações à vários contrapontos da esquerda, inclusive fala até em “Cuspe” e pra piorar, menciona até a minha “Mãe”, coisas peculiares daquela mesma Esquerda que tanto combato. Não compreendo como alguém assim, consegue ser jornalista, pois a principal característica de um jornalista é ser IMPARCIAL e integralmente ligado aos fatos em si, mas não, adicionar, inventar ou noticiar ficção", completa ele. 

No dia 4 de agosto, em que o episódio aconteceu, a jornalista Basília Rodrigues publicou um texto em seu Facebook, lamentando a atitude do deputado. Na publicação, ela explica que nenhum parlamentar havia visto a tatuagem após a fotografia que circulou nas redes sociais e que foi questionar Wladimir Costa sobre a reação do presidente Michel Temer sobre o desenho. A repórter afirmou que insistiu para que Costa mostrasse sua tatuagem mas que o deputado negou. Ele, então, respondeu: "Para você só (mostro) se for o corpo inteiro". Em sua página no Facebook, a jornalista escreveu um relato mais completo sobre o caso. Ela contou que chegou a pedir mais respeito ao deputado.

Fonte: Portal ORM

mural

Mural de Recados

Veja +

 

Dia e Noite Por Aí

O Novo Fenômeno da Galera

Início

Coberturas

Mural

Notícias

Contatos

© 2010 - 2011 Dia e Noite Por Aí
Web Designer - Weikmam Joel